Quase 9 milhões de brasileiros são vítimas de fraudes virtuais, mas investimento em segurança é pequeno

Para apoiar empresas e consumidores na proteção online, a empresa desenvolveu nova plataforma de segurança digital que garante até apoio psicológico a vítimas de fraude digital ou ciberbullying

 

Segundo a Confederação Nacional dos Dirigentes Logistas (CNDL) e o Servico de Proteção ao Crédito (SPC), 8,9 milhões de brasileiros sofreram algum tipo de fraude virtual de março de 2018 a março de 2019. Do total, 48% foram em transações ou compras na internet e 41% corresponderam a pessoas que tiveram o cartão de crédito clonado, a fraude mais comum.

Esses números se explicam por uma das conclusões do recente estudo “SOS para crimes cibernéticos: construindo a confiança do consumidor diante das ameaças online”, da cxLoyalty – marca com expertise global em apoiar as empresas a engajarem seus clientes. A pesquisa, realizada com 13 mil pessoas em 12 países, descobriu que a maioria dos entrevistados não sabe como se proteger de ameaças online ou como identificar o que é perigoso na internet.

Ainda de acordo com o levantamento, embora a média de preocupação com segurança cibernética seja 61%, onde o índice mais alto está no Brasil (87%), 33% dos entrevistados não sabem que é perigoso usar a mesma senha em várias contas. Além disso, 54% das pessoas ouvidas desconhecem que o ‘https://’ atesta a segurança de um site na internet.

“Soma-se a isso o fato de que a maioria das pessoas não vai além das medidas básicas para se proteger na web. 69% delas ainda utilizam a proteção de software e 58% se valem do firewall, enquanto apenas 30% têm uma VPN segura para acesso confiável a wi-fi público e só 16% apostam em medidas e soluções de segurança contra o roubo ou fraude de identidade”, pontua Cesar Medeiros, country manager Brazil da cxLoyalty.

Apoio necessário: nova plataforma Proteção Vida Digital

Para ajudar as empresas a se manterem seguras online e garantir uma experiência virtual confiável aos consumidores, a cxLoyalty tem investido em sua plataforma Proteção Vida Digital. “Estamos concluindo mudanças na plataforma para torná-la ainda mais completa e com novos serviços. Assim, oferecemos uma experiência ao cliente ainda mais intuitiva e inteligente. A nova Proteção Vida Digital deve estar no ar no segundo semestre deste ano”, prevê Mateus Bastos, gerente de Produtos da cxLoyalty Brasil.

Segundo o executivo, a ideia é que a solução funcione como um radar para prevenir, identificar o risco de navegação (de baixo a alto) e resolver ameaças virtuais, tanto na Deep Web, com seus sites não listados em mecanismos de busca, quanto na Dark Web, com sites propositalmente escondidos e sem acesso por navegadores.

Os clientes terão acesso a uma varredura completa de e-mails, informações pessoais, documentos de identificação e dados financeiros para evitar, por exemplo, a clonagem de cartão de crédito.

“Além disso são garantidos os benefícios de: alertas de risco, relatório mensal de e-mail ou SMS (como o cliente preferir), suporte telefônico 24 horas por dia, antivírus, VPN segura e suporte psicológico para casos de cyberbullying ou fraude digital, um diferencial da cxLoyalty”, explica o gerente de Produtos.

Recentemente, a plataforma Proteção Vida Digital da cxLoyalty chegou à marca de 9 milhões de clientes. Os dados monitorados se dividem entre informações pessoais (70%), documentos (19%) e dados financeiros (11%).

Conteúdo extraido de Inforchannel